Inauguração do Bioparque Pantanal tem presença de gestores da CGE-MS

Categoria: Geral | Publicado: segunda-feira, março 28, 2022 as 13:30 | Voltar

O local está instalado nas dependências do Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul. O complexo abriga o maior aquário de água doce do mundo.

O controlador-Geral do Estado, Carlos Eduardo Girão de Arruda; a controladora-Geral Adjunta do Estado, Marina Hiraoka Gaidarji; e a corregedora-Geral da CGE-MS, Luciana da Cunha Araújo Matos de Oliveira, prestigiaram a inauguração do "Bioparque Pantanal - Espaço de Experiência e Conhecimento" nesta segunda-feira (28.3) ao lado de autoridades de diversos segmentos, além das que representam os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Para Girão, a obra é emblemática. “Trata-se de uma grande vitória de toda sociedade sul-mato-grossense. Um espaço que não deve nada a outros locais do mundo. Um local que não vai fomentar só o entretenimento, pelo contrário, vai fomenta negócios, turismo, pesquisa, conhecimento para as crianças e , em decorrência disso, fomenta o mercado para profissionais que não tinham esta opção de oportunidade de trabalho. É uma obra que valerá a pena para a formação da nossa sociedade, promoção da nossa cidade e Estado e atração de negócios”, avalia.

Na inauguração, o governador Reinaldo Azambuja, revelou que está entregue 40% da ocupação dos peixes e em seis meses o espaço estará em 100% da sua capacidade. “Estamos celebrando uma obra que por muito tempo era esperada por toda a população. A responsabilidade do Estado em terminar todas as obras públicas independente deste ou daquele governo está sendo feita. Isso chama-se respeito constitucional, prevaleceu aqui o interesse público”, afirmou.

O chefe do Executivo ainda mencionou que “este é o maior circuito de aquário de água doce do mundo com 151 espécies pantaneiras, 55 amazônicas e 14 africanas com um volume de água de cinco milhões de litros. Para ser finalizada a equipe do Governo trabalhou com 13 contratos de forma simultânea”, disse.

Ainda durante o evento foi anunciado que a visitação será gratuita até o último dia do ano e a capacidade diária será de 300 pessoas, 150 pela manhã e 150 à tarde.

Espaço

Com aproximadamente 19 mil m² de área construída, o Bioparque Pantanal conta com 33 tanques, sendo 23 internos e oito externos, além de um tanque de abastecimento e outro de descarte de efluentes, totalizando um volume de cinco milhões de litros de água

O complexo ainda oferece um museu interativo, biblioteca, auditório com capacidade para 250 pessoas, sala de exposição e laboratórios de pesquisa para estudantes, cientistas e pesquisadores.

O principal atrativo do Bioparque Pantanal é o circuito que forma o maior aquário de água doce do mundo, onde o visitante terá contato com as principais espécies de peixes do Pantanal e dos cinco continentes.

O local ainda oferece uma passarela na área externa que conduz ao mirante de contemplação de aves e outros animais em seu habitat natural. O complexo traz o conceito que une educação, pesquisa e conservação, promovendo projetos de pesquisa e conservação de espécies, valorizando o bem-estar dos animais e orientando seus visitantes pela educação ambiental. O museu, laboratórios de educação ambiental e pesquisa científica e centro de convenções, proporcionam um conjunto de atividades e experiências, de maneira inovadora, dinâmica e viva.

Texto e fotos: Karla Tatiane, CGE-MS com informações da Subcom

Publicado por: kjesus@segov

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.