Governo do Estado desobriga uso de máscaras em locais fechados a partir desta quinta-feira

Categoria: Geral | Publicado: quinta-feira, março 10, 2022 as 07:30 | Voltar

Após reunião do Comitê do Programa Prosseguir e a equipe técnica da Secretaria de Estado de Saúde (SES), realizada na tarde dessa quarta-feira (9.3), o Governo do Estado decidiu por desobrigar o uso de máscaras em locais fechados em todo o Mato Grosso do Sul.

Conforme o presidente do Prosseguir, secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, a decisão se deu após análise de dados apresentados pela SES, porém, a atenção e o monitoramento em relação ao coronavírus continuam. “A atenção da saúde em relação ao comportamento da Covid é permanente. Dentro do Prosseguir, toda nossa decisão é baseada em indicadores que continuarão a ser monitorados e o governo nunca irá hesitar em tomar qualquer medida para a proteção à saúde da população. Agora, nesse momento, entendemos que é tranquila essa decisão e, graças também a vacinação, vai manter uma condição positiva da população”, pontuou.

O secretário da SES, Geraldo Resende, reforça que para a decisão ser tomada, foram levados em consideração o decréscimo no número de casos de Covid, óbitos e internações hospitalares. “Isso tudo nos dá segurança suficiente para tomar essa medida reivindicada por muito tempo pela população. Vamos continuar monitorando”, afirmou.

Geraldo Resende afirma, ainda, que os municípios podem tomar decisões de acordo com as suas realidades e recomenda que o uso de máscaras seja mantido em pessoas imunossuprimidas, com comorbidades graves e que não tenham sido vacinadas. Um Decreto será publicado nesta quinta-feira (10.3) estabelecendo as medidas.

Além dos secretários Eduardo Riedel e Geraldo Resende, participaram da reunião o secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Rocha, a secretária-adjunta da SES, Christine Maymone, a procuradora do Estado, Ana Ali Garcia, o superintendente de Gestão Estratégica da Segov, Tanner Castro Nogueira, assessor técnico da SES, coronel Marcello Fraiha, e a diretora-geral em Vigilância em Saúde da SES, Larissa Castilho.

Texto e foto: Subcom

Publicado por: kjesus@segov

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.