Controlador-Geral de MS contribui na elaboração das ações da Enccla para 2022

Categoria: Geral | Publicado: quinta-feira, dezembro 16, 2021 as 10:30 | Voltar

Carlos Girão representa Mato Grosso do Sul e o Conaci nas atividades desenvolvidas em evento nacional

O controlador-Geral do Estado, Carlos Eduardo Girão de Arruda, participa e colabora na XIX Reunião Plenária Anual da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla). O evento está sendo realizado em Brasília, de 13 a 16 de dezembro com a presença de diversas autoridades de renome nacional.

As atividades tiveram início com a apresentação dos resultados estabelecidos (no ano passado) para 2021. Em seguida, para dar continuidade à programação, houve a divisão dos participantes em dois grupos de trabalho para os debates e escolhas das metas para 2022: Análise de Propostas de Combate à Corrupção (GT-CC) e Análise Propostas de Prevenção à Lavagem de Dinheiro e ao Financiamento do Terrorismo (GT-PLD/FT).

Carlos Girão, em uma de suas contribuições no evento da Enccla. Foto: Divulgação

Foram dias de muita escuta e estratégia, afirma o controlador-Geral de MS e 2º vice-presidente do Conaci (Conselho Nacional de Controle Interno). "O fechamento das ações do ano passado foi realizado no primeiro dia de evento e a importância das discussões para o ano que vem percebo que são fundamentais poder contribuir e auxiliar na e com a nossa perspectiva tanto para os resultados alcançados quanto para os a serem elencados para 2022. Com os temas abordados, o evento fomenta dias de muitas discussões e também de aprendizados. Minha participação representando tanto Mato Grosso do Sul quanto o Conaci é uma honra e uma grande responsabilidade”, afirma.

A reunião de todos os participantes para as discussões conjuntas aconteceu na tarde de ontem. “Participar do planejamento das ações de 2022 e auxiliar a delimitar o escopo de atuação dos grupos para que eles tenham uma possibilidade maior de sucesso na apresentação dos resultados a serem alcançados é enriquecedor. Nossos debates foram produtivos e conseguimos fechar 11 propostas das quais quatro haverá atuação direta do Conaci”, revela.

Na tarde desta quinta-feira (16.12) haverá a consolidação das ações selecionadas e ainda a Plenária de Encerramento para a aprovação dos Resultados da Enccla 2021 e aprovação das ações para o ano que vem.

Conaci

Confira as ações de trabalho da Enccla para 2022 que terão participação efetiva do Conaci.
Todas são do eixo de combate a corrupção:

  • Propor medidas para fortalecer o enfrentamento da corrupção privada;
  • Acompanhar e avaliar a efetiva sistematização, padronização e disponibilização dos metadados construídos no curso da Ação 07/2021, no Portal Nacional de Contratações Públicas (PNCP);
  • Criar mecanismos para compartilhamento direto e continuo de bancos de dados, em ambiente seguro, entre os atores estatais responsáveis pela prevenção, detecção e repressão à corrupção, à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo, em continuidade da ação 01/2021;
  • Aprofundar a compreensão da correlação de crimes ambientais com corrupção, fraude e lavagem de dinheiro, identificando vulnerabilidade de informações, sistemas, procedimentos, regulação, dentre outros.

Enccla

A Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla) foi criada em 2003 e é a principal rede de articulação de diversos órgãos e entidades públicas dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário - das esferas federal, estadual e, em alguns casos, municipais; além de Ministérios Públicos para a formulação de políticas públicas e soluções voltadas ao combate aos crimes de combate à corrupção e lavagem de dinheiro.

O trabalho é concretizado nas chamadas Ações, que são elaboradas e pactuadas anualmente pelos membros da entidade. Para cada uma delas, cria-se um grupo de trabalho composto por vários órgãos e instituições, que se reunirão durante o ano para desenvolver um ou mais produtos definidos como resultado para a Ação.

No cenário mundial, a Enccla tem cumprido papel essencial para atender ainda às recomendações internacionais. Os trabalhos desenvolvidos pelos integrantes da entidade trouxeram diversos resultados positivos no combate ao crime de lavagem de dinheiro e às práticas de corrupção.

Karla Tatiane, CGE

Publicado por: kjesus@segov

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.